• Daniela Ventura

A SII (Síndrome do Intestino Irritável) e o eu

Muitas são as pessoas que me têm enviado mensagens com perguntas sobre a condição de SII. À maioria, não sei ou consigo responder. :) Isto porque as Crónicas do Intestino Irritado nasceram para dar nome a um local onde poderia escrever sobre mim, sobre coisas que gosto, empatizo ou me cativam. Não sou médica ou formada em qualquer área da saúde, pelo que este não é um espaço de consulta ou tratamento desta síndrome, mas de partilha.


Aliás, como podem perceber, maioria dos temas nada tem a ver com o intestino!

Tentei, algumas vezes, introduzir mais este assunto - mas havia um bloqueio. A verdade é que eu estava a sentir-me muito bem já há alguns anos, tinha a situação equilibrada e não pensava muito no assunto. Havia outros tópicos em maior destaque - como a gravidez e maternidade - e nem nessa altura o meu querido intestino deu que falar! Portou-se lindamente e tudo fluía.


Só que esta condição é algo que não se cura - apenas se controla - e, mais cedo ou mais tarde, volta à superfície. Ou porque mudámos de hábitos, ou porque aconteceu algo que mexeu muito com o nosso emocional - ou sei lá bem mais porquê, mas vem.


Por aqui, começou em 2020 (este belo ano cheio de redondezas e simetrias). Não sei se foi por causa do meu aumento de peso, se devido a mudanças de hábitos alimentares, ao aumento de consumo de álcool e cafeína, se do stress do momento,... tive uma crise aguda e diferente das do "costume", que me levou às urgências - em pleno surto de COVID - cheia de medo de uma apendicite. Juro que levei a pasta e escova de dentes e uns parezitos de cuecas lavadas, devidamente cuidadas e engomadas (que a minha mãe sempre me avisou sobre este assunto), para o caso de ter de lá ficar. Afinal, eram só... gases. Tinha comido muita massa - fucking spaghetti!


Bem, em resumo: parece que as minhas crises ganharam um novo formato e eu tenho todo um novo mundo para descobrir. Agora, sou abençoada com dores abdominais que me fazem sempre pensar que tenho algo de muito mau a viver por ali e afecta-me os ovários, rins, bexiga e estômago. Percebi que, como fui operada a uma hérnia inguinal em 2019, que o facto do intestino crescer, fazia pressão na zona da cirurgia levando-me a ter esses incómodos. Sinto mais dor do lado direito por isso. Ufa - uma coisa esclarecida. De mim, para mim, está claro!


Com isto tudo, veio a vontade de falar e partilhar mais sobre a realidade da SII. E é isso que vou fazer pelas redes. ;) Espero que gostem e que possa, de alguma forma, ajudar.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo